Fotografia de casamento: gerenciando sonhos – parte 3

 fotograma_fotografia de casamento

Nesse post continuaremos nossa discussão e partiremos para o item 3 da proposta:

– Riscos corridos pelo fotógrafo de casamento ao assinar um contrato;

Recentemente vimos na mídia, uma notícia sobre um fotógrafo de casamentos que simplesmente desapareceu e deixou seus clientes na mão. Quando assumimos esse compromisso com um casal, devemos estar preparados para atender e superar as expectativas, sempre.

Vejo com alguma frequência, alguns novos fotógrafos de casamento se referindo a escolha feita na fotografia, motivados pelo tanto de dinheiro que ganharão. No entanto, se esquecem da imensa responsabilidade e dos riscos envolvidos em oferecer esse serviço, principalmente para clientes exigentes como os que me aparecem, por exemplo.

Uma grande verdade relacionada aos casamentos está ligada ao fato dos contratos hoje, serem fechados com muita antecedência. Na verdade, isso pode representar sérios riscos tanto para os fotógrafos como para os clientes (que trataremos no item 4, em breve). Todo tipo de fornecedor em um casamento está sujeito a esses riscos, não apenas o fotógrafo, e o grande problema geralmente é saber administrar o contrato e os recursos…

Já vi e vejo fotógrafos passando por situações de dificuldade financeira, por pensarem erroneamente ao serem pagos e não provisionarem corretamente seus custos ao longo do tempo. Um pensamento básico, na minha opinião, é que se fecho um contrato para 12 meses a frente, a primeira coisa que devo ter em mente é que o negócio deve se manter “vivo” por pelo menos mais 12 meses, caso contrário, como vou atender aquele cliente?

Com quantias consideráveis nas mãos, pensando estarem muito ricos, e não planejando o futuro, qualquer descuido com esse dinheiro pode te colocar em situações complicadas mais tarde, haja visto o que já ocorreu por aí e vimos ser noticiado nos jornais… Costumo dizer aos meus alunos, que a riqueza do fotógrafo de casamento é relativamente VIRTUAL, pois a execução dos serviços só virá mais tarde e se você não estiver preparado, como vai poder entregar ao cliente o que foi contratado?

Naturalmente, sem riscos, muitas vezes não conseguimos alcançar nossos sonhos, mas o dinheiro encanta, seduz e devemos te muito cuidado com isso. Lembro mais uma vez aqui que estamos lidando com sonhos… e RISCO é muito diferente de IRRESPONSABILIDADE!

Até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *